Assassinato de irmão do presidente da Câmara Municipal de Aiuaba pode ter ligações políticas


Por:  Marcus Silva

Seis meses passados das eleições 2016, o clima continua tenso no município de Aiuaba, na Região do Inhamuns. Segundo a Polícia, pelos menos três assassinatos foram praticados nos últimos meses, os quais teriam conotações políticas.
E nesta quinta-feira (20), mais m homicídio que pode ter ligações com a disputa política em Auiaba foi registrado.
A vitima, Gaciliano Bezerra, que havia sofrido uma atentado à bala na noite de ontem (quarta-feira, 19), morreu hoje (20), no Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, em Tauá, para onde  Graciliano havia sido socorrido.
A vítima era irmão do presidente da Câmara Municipal de Auiaba, Narcélio  Bezerra e foi atingida a tiros por dois homens quando estava em um lava jato na saída da cidade de Aiuaba. Os acusados conseguiram fugir sem ser identificados. A delegacia regional de Polícia Civil de Tauá irá investigar o caso.
OUTRAS MORTES
Em plena campanha eleitoral do ano passado, o candidato a reeleição para vereador José Almir de Sousa foi morto por homens não identificados durante uma carreata naquele município. Em 21 de fevereiro deste ano, a vereadora Juscely Alves Arrais, cunhada de José Almir Sousa foi executada a tiros dentro de casa. Menos de um mês depois da execução de Cely Arrais, no dia 8 de março passado, o marido dela e irmão de José Valmir, o comerciante Josa Sousa também foi morto, desta vez em Fortaleza por supostos pistoleiros.
A Polícia investiga se esses crimes estão interligados.
Fonte: Flávio Pinto News