Mundial já tem quatro cabeças de chave definidos.


A tensa rodada desta terça-feira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo definirá mais seis classificados para a Copa do Mundo – dois europeus, três sul-americanos e um da Concacaf. Eles se juntarão aos 17 que já asseguraram participação, totalizando 23 das 32 equipes que estarão na Rússia em 2018. O fato é que já são conhecidos quatro dos oito cabeças de chave da disputa e, ao fim da noite, poderão ser conhecidos mais três.

Rússia, país-sede, Alemanha, Brasil e Polônia já sabem que serão cabeças de chave no sorteio dos grupos, que acontecerá no próximo dia 1º de dezembro, uma sexta-feira, no Palácio Estatal do Kremlin, em Moscou. A base para definição desses ´líderes´ de chaves será o ranking da Fifa de outubro, que deve ser divulgado ainda esta semana. Os sete primeiros ficarão com o posto. Os alemães não perderão o primeiro lugar, e nem o Brasil, o segundo. A Polônia será no mínimo sexta colocada e no máximo quarta, a depender de resultados de outros países.

Para as outras quatro vagas disponíveis, há nove concorrentes: Portugal, Argentina, Bélgica, Suíça, França, Espanha, Peru, Chile e Colômbia. Dessas, belgas e espanhóis já garantiram vaga na Copa. A Bélgica, caso empate com o Chipre nesta terça, assegurará o posto. Argentina e Portugal serão cabeças de chave automaticamente se obtiverem a vaga. Ambos fazem jogos decisivos logo mais e podem ter disputar repescagem, o que não afetará essa condição. Se vencerem os portugueses, os suíços asseguram a cabeça de chave. Já o empate, embora também garanta vaga no Mundial à equipe, não dá certeza de capitanear um grupo. Nesse caso, há que torcer contra outras seleções.

Campeã do mundo, a Espanha já está no Mundial, porém precisa de uma combinação de resultados para ser o cabeça de chave. A França, que deve garantir vaga nesta terça, vive a mesma situação. A Inglaterra, por sua vez, terá que ficar no segundo pote.

Terra