Otimismo e cautela marcam abertura de reunião do FMI e Banco Mundial


 

Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial (BM) abriram nesta quinta-feira sua reunião de cúpula com a atenção voltada para recuperação global, alto endividamento dos países e protecionismo comercial. Diretora-gerente do Fundo, Christine Lagarde alertou que a recuperação global não está concluída e defendeu que os legisladores devem aproveitar o momento para aprovar reformas que tornem a expansão sustentável.

Nossa meta é transformar aquela harmonia que vemos em uma temporada de ação, observou Lagarde.  A recuperação não está completa.

Ela destacou, ainda, que a entidade elevou em 0,1 ponto percentual sua previsão de crescimento global em 2016 e 2017, numa tímida porém clara tendência de recuperação após o período posterior à crise financeira. O presidente do Banco Mundial (BM), Jim Yong Kim, por sua vez, assegurou sentir-se otimista sobre a possibilidade de um aumento de capital dessa entidade, apesar das resistências dos Estados Unidos.