Fortes chuvas provocam mortes e destruição em Minas Gerais


 

 Cerca de mil pessoas de dois municípios da Zona da Mata, em Minas Gerais, tiveram as casas atingidas por inundações provocadas pelas chuvas no Estado e precisam de água, comida e remédios, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Todas são moradoras dos distritos de Águas Férreas, em São Pedro dos Ferros, e Vista Alegre, em Rio Casca.

O Estado já contabiliza cinco mortes e seis pessoas estão desaparecidas em razão das chuvas que atingem a região desde outubro deste ano, início do período chuvoso.

Segundo a Defesa Civil estadual, no início de outubro um taxista de Belo Horizonte faleceu ao ter o carro atingido por uma árvore durante tempestade. Em Uberaba, dois agricultores morreram atingidos por um raio. No último fim de semana, uma idosa, que por problemas de saúde vivia acamada, faleceu ao ter sua casa inundada em Ribeirão das Neves, na Grande Belo Horizonte. Também no fim de semana, um garoto de 6 anos morreu depois de ser levado pela enxurrada em Perdizes, no Alto Paranaíba.